ODS

PT
EN
ES

Neste contexto, o Centro TGRAF ISEC Lisboa define as suas linhas de investigação para contribuir para esta iniciativa global. Dada a importância, listaremos a seguir as ações mais relevantes que buscaremos realizar ou na medida de nossas possibilidades.

Apoiamos nossas ações em três áreas:

Adaptar a atividade de investigação para a geração de novos conhecimentos.
• revisar métodos e técnicas de trabalho;
• aumentar a participação dos alunos no ensino superior;
• planejar a melhoria contínua da atividade de investigação.

Desenvolver conteúdo para aumentar a transferência de conhecimento.
• desenvolver ações de consciência coletiva e social;
• facilitar a exploração para a contribuição de possíveis soluções;
• avaliação e validação de resultados.

Direcionar os resultados da investigação aplicada para a sociedade
• promover iniciativas criativas e inovadoras;
• vincular projetos a problemas sociais;
• fornecer soluções para o ensino superior.

Alinhado com os objetivos:

Promover a investigação em projetos sociais a partir da contribuição de ideias criativas, com o objetivo de reduzir a discriminação social contra pessoas com menos recursos e facilitar ações para a sua integração e apoio autónomo.

Promover pesquisas em design de comunicação técnica, promovendo projetos de melhoria da informação escrita e impressa na concepção de rótulos, embalagens e recipientes de alimentos. E também a adaptação da comunicação gráfica no ponto de venda para promover uma alimentação diária correta.

Promover pesquisas em projetos sociais que tenham como foco campanhas de conscientização e divulgação de ações em favor da saúde das pessoas, informações sobre hábitos de higiene, implantação de protocolos de saúde e atenção básica às pessoas com deficiência de qualquer natureza.

Promover a transferência dos conhecimentos gerados entre a empresa e a academia de forma a favorecer a transição e integração das novas gerações aos seus primeiros empregos ligados às disciplinas do design, das artes, das indústrias criativas ou culturais.

Promover pesquisas eqüitativas que enfoquem a igualdade de gênero na atividade de pesquisa e na tomada de decisões. Promover pequenos projetos de pesquisa acadêmica que favoreçam a aquisição de competências de pesquisa. Atualmente mais de 70% dos projetos de pesquisa acadêmica são liderados por mulheres, e estimamos que esse percentual aumente em cursos futuros com novos projetos de investigação no ensino superior.