Projetos de investigação

Atualizado em setembro de 2021

TLab1
Novos Materiais e Materiais Celulósicos

———-
T1.4. Projeto CMat [BMat; LMat; EMat]

IP: Prof. Doutor Rafael Pozo-Puértolas
ISEC Lisboa: OE1  /  OB OP 1.2  /  V2-1.2.3 Inicio: 07- 2021 – Conclusão: 12- 2024

Resumo: O projecto de investigação sobre a criação do CMat Centro de Materiais Celulósicos visa definir um espaço permanente de reflexão e investigação que permita aos investigadores desta comunidade o acesso a diferentes espaços interligados: uma biblioteca de materiais (área de consulta online e área de exposição polivalente de amostras e aplicações ) Biblioteca de materiais BMat; laboratório de ensaio de materiais celulósicos e novos produtos (experimentação e desenvolvimento de projetos aplicados) Laboratório de Materiais LMat; uma unidade de formação académica destinada a promover a transferência de conhecimentos para os diferentes níveis de especialidades do ISEC Lisboa. Unidade de transferência de conhecimento da materials EMat.

O que se pretende obter:
– uma biblioteca de materiais (área de consulta online e área polivalente para exposição de amostras e aplicações) BMat Biblioteca de Materiais.
– um laboratório de ensaio de materiais celulósicos (experimentação e desenvolvimento de projetos aplicados) LMat Laboratorio de Materiais;
– uma unidade de ensino académico para promover a transferência de conhecimentos nos diferentes níveis das especialidades do ISEC Lisboa. EMat Unidade para a transferência de conhecimentos sobre materiais.


———-
T1.3. A Fabricação de suportes de origem celulósica reciclada, como metodologia de formação em produção gráfica

IP: Prof. Doutor Fernando Miguel Marques
[estudo exploratório]  Começado: 11-2021 – Vai acabar: 06-2022

Resumo: O Papel artesanal tem vindo a cair em desuso, pela oferta de papel industrial que consegue ser acessível, com texturas e toques como nunca se conseguiu na produção mais artesanal, mas nunca conseguiu ter a flexibilidade de material como o papel artesanal. Este é o mote de partida para uma investigação aplicada ao design de produção gráfica inserida na disciplina de laboratório de materiais do ECAIC ISEC Lisboa.


TLab2
Design e Comunicação Grafica

———-
T2.1. Conhecer para respeitar

IP: Prof. Esp. Antonio Bajanca (ISEC Lisboa)
[estudo exploratório – concurso DGID]  Começado: 01-2021 – Vai acabar: 06-2022

Resumo: 
Este projeto visa sensibilizar a comunidade do campus do Lumiar para a importância e a preservação da biodiversidade aí existente. Para tal definem-se como objetivos específicos: (i) observação e identificação das espécies de plantas, animais vertebrados e invertebrados mais comuns no campus, (ii) inventariação das espécies identificadas, (iii) comunicação e divulgação da biodiversidade. Pretende-se ainda proceder à avaliação de alguns dos serviços de ecossistema fornecidos pela biodiversidade no campus, (e.g., stock de carbono) por forma a definir estratégias de gestão, incluindo vegetação, sementeiras, etc., para melhorar os espaços verdes do campus e os serviços de ecossistema que possam prestar. Este será, portanto, um projeto aglutinador de toda a comunidade do campus do Lumiar, atuando como um instrumento de ensino, investigação, divulgação e coesão social.


———-
T2.6. [Output Livro] Valorização da expressão plástica, contributos para o universo da ilustração infanto-juvenil

IP: Prof. Doutora Fatima Caiado
[estudo exploratório]  Começado: 01-2021 – Vai acabar: 06-2022

Resumo:
 O livro terá três volumes: – volume i: Ideografismo (6 a 9 anos de idade) e realismo no desenho infantil (9 a 12 anos de idade); – volume ii: Arte infantil versus arte moderna. Casos – Arte Naïf, Art Brut, Outsider Art e arte psicopatológica; – volume iii: Processos ideográficos usados por ilustradores [investigação vol. iii prevista para 2022]. Os dois primeiros volumes serão resultado de uma revisão das sebentas, de UCs do ISEC Lisboa, que lecciono.


———-
T2.8. A criatividade como processo de design

IP: Prof. Doutor Leonardo Springer
[estudo exploratório Começado: 01-2021 – Vai acabar: 06-2022

Resumo:
 A criatividade é um processo que visa transformar ideias de um domínio existente transformando em algo novo. É sobretudo sobre ser curioso, examinar, unir, experimentar e brincar com o meio, para de seguida ser capaz de incubar um novo conjunto de ideias, agregando valor ao processo. É a capacidade de reflexão e de fazer conexões com conhecimento prévio num contexto específico. O design é um processo centrados no ser humano, orientado para a resolução de soluções, geralmente trabalhando em equipes de pesquisa interdisciplinares, adquirindo conhecimentos com base na experiência, através de um processo de pensamento não linear que requer flexibilidade e compreensão, “ligando os pontos” para criar valor.


———-
T2.9. Ferramentas de suporte ao desempenho de estudantes na abordagem ao problema em projetos de design gráfico

IP: Prof. Doutora Manuela Maia
[estudo exploratório]  Começado: 01-2021 – Vai acabar: 06-2022

Resumo:
 O objetivo deste estudo é refletir sobre práticas de ensino do projeto, considerando um contexto favorável à consolidação de aprendizagens, nomeadamente sobre metodologias projetuais aplicadas por estudantes finalistas do curso de Licenciatura em Design Gráfico do ISEC Lisboa. Pretendemos realizar um estudo de natureza qualitativa, com a participação de estudantes finalistas, que permita compreender quais as condições para o desenvolvimento da autonomia na abordagem metodológica aos problemas. O estudo exploratório que se pretende realizar assenta na realização de um simulacro de uma situação real de projeto, envolvendo estudantes numa relação com um interlocutor real de uma empresa ou organização parceira.


TLab3
Tecnologia e Produção Gráfica

———-
T3.2. Práticas de gestão de cor na indústria gráfica portuguesa

Investigadores: Prof. Doutor Miguel Sanches (IPT Tomar); Prof. Ana do Carmo (ECAIC ISEC Lisboa)
[estudo exploratório Começado: 01-2021 – Vai acabar: 06-2022

Resumo:
 Esta primeira abordagem terá como principal objetivo conhecer o estado da arte e futuramente contribuir para a confrontação com os atuais conteúdos e metodologias aplicadas no contexto do ensino da gestão de cor nos curriculo dos cursos do IPT e do ISEC Lisboa.


———-
T3.3. Empresa de design gráfico: atividade e tecnologia

IP:Prof Doutor José Manuel Martínez Bouza
Começado: 10-2021 – Vai acabar: 06-2022

Projeto 1: A evolução da empresa de design gráfico no paradigma tecnológico
Aluno ECAIC: Gloria Serra Raurell (TGRAF)  [projeto acadêmico em fase exploratória]
Projeto 2:
 Tecnologia como ferramenta de comunicação gráfica
Aluno ECAIC: José L. Fernández Rodríguez (TGRAF)  [projeto acadêmico em fase exploratória]


TLab4
Métodos de Trabalho para Investigação Aplicada

———-
T4.1. Aplicação do método de representação do quadro contextual nos programas académicos do ECAIC ISEC Lisboa

Investigadores: Prof Doutor Rafael Pozo-Puértolas; Prof Doutor José Manuel Martínez Bouza; Prof. Esp. Mónica Lameiro; Prof. Doutor Leonardo Springer; Prof Doutora Manuela Maia.
[estudo exploratório]
  Começado: 01-2021 – Vai acabar: 06-2022

Resumo: 
Uma vez que o método de Representação da Estrutura Contextual de uma Investigação foi desenvolvido. Propomos a sua aplicação e teste nos alunos do ECAIC ISEC Lisboa. O trabalho está dividido em: duas turmas de alunos do terceiro ano do Curso de Licenciatura em Design Gráfico e Produção, grupo SAR (internacional); Grupo ISEC (nacional); Pós-graduação em gestão de design aplicado, Mention in Research, Grupo MiR (internacional).


———-

III Edição do programa Research Advice com a FA-ULisboa.
Programa de Doutoramento em Design

———-

IV Edição do programa Mention in Research com a Elisava UVic.
Programa de Pós-Graduação em Investigação

———-

VII Edição do programa ISEC SAR com a Salesians Sarrià.
Programa de Licenciatura DPG ECAIC


TLab5
Comunicação Científica

———-
T5.4. Projeto de Investigação RED + CC [Manual de Comunicação Científica]

IP: Prof. Doutor Rafael Pozo-Puértolas
ISEC Lisboa: OE1  /  OB OP 1.3   /  V2-1.3.3 Inicio: 07- 2021 – Conclusão: 12- 2023

Resumo: Toda a actividade de investigação desenvolvida no ISEC Lisboa, independentemente do nível ou âmbito determinado, envolve a exploração de áreas de estudo inéditas em que se detectam problemas por resolver. E ao realizar esta atividade pretendemos obter respostas ou soluções que possamos aplicar. Num estudo exploratório realizado durante o ano letivo 20-21, observamos que esta atividade, por mais diferente que possa parecer nas diferentes especialidades, quando as comparamos, descobrimos que existem denominadores comuns que influenciam ou condicionam a comunicação científica subsequente. Numa perspectiva estratégica e intermédia entre as diferentes áreas de especialidade, questionamo-nos: Como regular a actividade de investigação do ISEC Lisboa? Como transferir conhecimento para ativar a pesquisa em diferentes níveis?
Esta investigação desenvolve uma metodologia qualitativa numa perspectiva holística, que parte da experiéncia científica e da utilização de técnicas advindas do design e da comunicação para facilitar os processos de: abordagem da pesquisa, representação da informação, estrutura do conteúdo gerado e exposição do resultados possíveis. Entendemos que este trabalho aborda uma questão atual e relevante que irá facilitar que a atividade de pesquisa possa estar estrategicamente alinhada em prol de uma identidade e de um estilo próprio de comunicação científica, e por sua vez, como ativadora da produção da comunidade científica de o ISEC Lisboa.

Objetivos:
Propor um manual de comunicação científica para o ISEC Lisboa.
Analise os diferentes tipos de comunicação científica.
Determine os principais métodos de trabalho de design e técnicas de comunicação.


———-
T5.3. A influência da comunicação técnica no processo de design gráfico

Investigador: Prof. Doutor Rafael Pozo-Puértolas
[estudo exploratório]  Começado: 06-2021- Vai acabar: 06-2022

Resumo:
 Este projeto explora as bases da comunicação técnica que são utilizadas no processo de design gráfico, diferenciando entre a argumentação subjetiva da tarefa criativa, em relação à transmissão objetiva de informações e dados das tarefas técnicas. Focados em tarefas técnicas, procuramos compreender a influência do processo de normalização em curso para avaliar como este afeta: por um lado, a demonstração do nível de qualidade do trabalho realizado no processo de design gráfico; por outro lado, na justificação pela normalização que garanta a qualidade do trabalho realizado por quem desenvolve a atividade de design gráfico. Entendemos que no atual mercado gráfico globalizado, a possibilidade de realizar um controle exaustivo da qualidade dos trabalhos realizados no processo de design pode trazer valor agregado, e ao mesmo tempo servir de elo entre a formação e o setor empresarial.